UTAD vai assinalar o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa

​O curso de Ciências da Comunicação da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) vai assinalar, na próxima quinta-feira (dia 3 de Maio), o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, com a realização da uma mesa redonda, a projeção de dois documentário e a largada de pombas numa homenagem aos jornalistas assassinados no ano de 2011.
A sala 1.10 do Complexo Pedagógico da UTAD recebe Rui Sá (RTP), Manuela Carneiro (SIC), Miguel Costa (SIC), Paulo Vilela (M80), Luís Mendonça (Universidade FM), José Paulo Santos (TVI), Madeira Pinto (Câmara Municipal de Vila Real) e João Oliveira (consultor de comunicação). Esta mesa redonda com início marcado para as 10 horas vai debater a liberdade na imprensa regional e o fator de proximidade, bem como a fronteira entre o regional e o nacional.
Do programa faz ainda parte a projeção de dois documentários, “O Carteiro” de Claúdia Alves e o documentário da estação de televisão Al Jazeera, “Arab Awakening - Libya: Through the fire“ onde se mostra o papel dos cidadãos Líbios na transmissão de informação durante o conflito.
Um dos momentos altos será o memorial de homenagem aos jornalistas assassinados no exercício da profissão. Serão lidos em voz alta os nomes de todos e serão largadas pombas.
A organização está a cargo do curso de Ciências da Comunicação da UTAD, com o apoio do Departamento de Letras, Artes e Comunicação do Centro de Estudos de Letras e ainda da Sociedade Columbófila de Vila Real.